Bases do conhecimento da Medicina Tradicional Chinesa: Qi (Chi)

Breve introdução aos conceitos de MTC – Qi

Todo o conhecimento acumulado e todas as técnicas desenvolvidas pela Medicina Tradicional Chinesa tem por base um tripé:

  • A cíclica transformação da força dos dois opostos, Yin e Yang, que faz tudo se mover;
  • A espécie de fluxo essencial chamado Qi (Ch’i), que faz tudo existir;
  • os Cinco Movimentos (ou elementos) que são Água, Madeira, Fogo, Terra e Metal.

Neste post vamos falar um pouco sobre Qi.

Qi (Ch’i)

Qi (ou Ch’i) é vitalidade. O significado etimológico do ideograma qi (” 氣”) na sua forma tradicional mais conhecida é uma imagem do “vapor ( 气) subindo do arroz ( 米) enquanto cozinha”. É frequentemente traduzido como “ar” ou “respiração”, ou a “respiração do céu”.

A energia é o requisito prévio para a transformação, sentido, reprodução, nascimento, crescimento e morte. As chamadas essências vitais(Qi, sangue e fluidos corpóreos) são requisitos para todas as funções do organismo e correspondem às bases materiais da função fisiológica dos órgãos, tecidos e meridianos.

Funções básicas do Qi:

  • Transporte: Qi é a fonte de todo o movimento no corpo e está em todas as partes do corpo durante todo o tempo. Flui nos órgãos, músculos, articulações do corpo, em quatro movimentos primários: ascendente, descendente, entrada e saída. Quando interrompido, a vida cessa.
  • Transformação: Cada órgão tem sua própria fonte de Qi e age para transformá-lo em substância disponível para o corpo.
  • Sustentação: O Qi mantém os órgãos em seus lugares prevenindo hérnias e prolapsos. Mantendo os líquidos no lugar apropriado; mantém o sangue nos vasos evitando hemorragias.
  • Proteção: Qi é a defesa externa do corpo e impede que as influências patogênicas entrem no corpo.
  • Aquecimento: É o fogo que acende o metabolismo e está intimamente ligado às glândulas adrenais.
  • Ascensão: O Qi do Baço é responsável pela ascensão do Yang puro do corpo que nutre as estruturas da cabeça e do cérebro e impede o prolapso de órgãos.
  • Nutrição: A substância nutriente Ying Qi circula nos vasos sanguíneos, nutrindo, assim, o corpo.

Os principais tipos de Qi:

  • Energia nutritiva (Ying Qi) – vem da alimentação e da respiração combinadas, que circula no sangue, a fim de nutrir os órgãos e tecidos.
  • Energia de defesa (Wei Qi) – responsável pelos processos de defesa do organismo, correspondente às ações do sistema imunológico.
  • Energia do tórax (Zong Qi)- correspondente ao funcionamento do pulmão e do coração.
  • Energia dos alimentos (Jing Qi) – relativa às substâncias absorvidas dos alimentos pelo tubo digestivo.
  • Energia ancestral (Yuan Qi)- ligada às manifestações dos genes, localizados no DNA das células, regulando o desenvolvimento do embrião até a formação de um ser humano adulto.

Referências bibliográficas:

SCHWARTZ, C. Quatro Patas Cinco Direções. Editora Ícone. São Paulo, 2008.

SHOEN, A.M. Acupuntura Veterinária – Da Arte Antiga à Medicina Moderna. Ed. ROCA. São Paulo, 2006.

VECTORE, C. “Psicologia e Acupuntura: Primeiras Aproximações” Revista Psicologia Ciência e Profissão, 2005

THAMBIRAJAH, R. Acupuntura Energética. Elsever Masson, Barcelona, 2008.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *